(71) 9 9936-0226

(71) 9 9138-2288

(71) 9 9138-2288

contato@sinalbahia.com.br

Acesso Credenciado

Notícias

Acidentes aumentam nas estradas durante feriados prolongados

Segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgado no último dia 16, a Operação Proclamação da República 2021 contabilizou 78 mortes nas rodovias federais de 12 a 15 de novembro. Os 779 acidentes anotados em 2021 representam queda de 12% na comparação com o mesmo período de 2019. O total de feridos também caiu 18%.

Um trabalho realizado pela Confederação Nacional de Transportes aponta que, além do fator humano, a geometria da via também exerce influência sobre a ocorrência de acidentes. Nas vias de pista simples de mão dupla, o índice de mortes a cada 100 acidentes chega a ser de 14,3 (duas vezes maior do que trechos de pista dupla com canteiro central).

O levantamento demonstra que a gravidade das ocorrências nesse tipo de rodovia é maior do que quando a pista é dupla. Além disso, os feriados prolongados estimulam a população a viajar pelas estradas, e quando os motoristas agem com imperícia e imprudência no trânsito, as consequências podem ser fatais.

O aumento de acidentes durante os feriados é o resultado de uma soma de fatores, como o desrespeito aos limites de velocidade e às regras de circulação, bem como o aumento do consumo de álcool pelos motoristas – no último feriado, a PRF multou 920 pessoas por direção alcoolizada, prendendo 93 entre elas.

Ao todo, nesse último feriado, foram 41.528 autuações aplicadas. As principais foram:

  • Ultrapassagem em faixa contínua: 5.270
  • Motoristas sem cinto de segurança: 2.105
  • Passageiros sem cinto de segurança: 2.005

90% dos acidentes de trânsito têm causa humana. A imperícia e a imprudência são os principais motivos identificados.

No dia 16, terça feira após o feriado, data da divulgação pela PRF do balanço da Operação, um acidente na BR-060, em Mato Grosso do Sul, vitimou o mochileiro Tiago Escarcell Boher. Junto com a namorada, nos últimos oito meses, haviam percorrido de moto mais de 36 mil km pelo Brasil e sofreram um acidente na etapa final da viagem. Tiago teve a perna amputada e morreu na sexta-feira. Jennifer, sua namorada, continua internada em estado grave. Segundo o boletim de ocorrência, um motociclista de 63 anos, que estava em uma motocicleta de luxo, tentou ultrapassar um caminhão em local proibido e bateu de frente com a moto do casal.

De acordo com Flávio Freitas, da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), se as regras de trânsito fossem respeitadas, seria possível reduzir os acidentes. Atitudes simples já ajudariam, como usar o cinto de segurança, respeitar a sinalização, controlar a velocidade e ter maior atenção ao dirigir. “O problema é que a qualidade na formação dos motoristas no Brasil é baixa, decoramos placas de trânsito sem saber que atitude devemos ter diante dessa sinalização”.