(71) 9 9936-0226

(71) 9 9138-2288

(71) 9 9138-2288

contato@sinalbahia.com.br

Acesso Credenciado

Notícias

São Paulo pode liberar transferência de carro usado, sem antecipação do IPVA

A alta no preço dos carros seminovos e usados motivada pela escassez de novos, causou o aumento do IPVA para o exercício de 2022 na maioria dos Estados.

Como atualmente, a transferência de carros usados só é permitida após a quitação do imposto, isto acaba causando um problema para o comprador que ao assumir a responsabilidade pelo pagamento, tem o custo da aquisição aumentado, desaquecendo a procura nos primeiros meses do ano.

Para contornar a situação, algumas revendas assumem o pagamento do imposto, sacrificando parte do lucro na venda, com a intenção de recuperar no giro do estoque. De qualquer forma, os efeitos do aumento, acabam impactando na fluidez, desaquecendo o mercado. Nos negócios entre pessoas físicas não é muito diferente.

Visando incentivar a melhora das condições do comércio para negociações de veículos usados, o Governador de SP, João Doria, anunciou na última segunda-feira (10) que irá encaminhar à Assembleia Legislativa, com urgência, um Projeto de Lei para autorizar a transferência de veículos usados mesmo com parcelas do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) ainda a vencer.

Este ano, o Estado de São Paulo, também estendeu o prazo de pagamento de três para cinco parcelas, começando em fevereiro e triplicou de 3% para 9% o desconto para proprietários de veículos usados que quitarem o imposto antecipadamente, em cota única, em janeiro. Para os donos de veículos 0 km, o desconto continua de 3% no pagamento até o quinto dia da emissão da nota fiscal, e os que preferirem também poderão parcelar em cinco vezes, sem desconto.