(71) 9 9936-0226

(71) 9 9138-2288

(71) 9 9138-2288

contato@sinalbahia.com.br

Acesso Credenciado

Notícias

Furar pedágio é infração de trânsito

Furar o pedágio consiste em transpor a praça de cobrança da concessionária sem o recolhimento da tarifa. Isto geralmente é realizado colando no veículo à frente fazendo o pagamento na cabine e aproveitando a abertura da barreira, ou simplesmente forçando a passagem pela cancela automática.

Ultimamente essa prática tem aumentado consideravelmente, a ponto de preocupar as concessionárias das vias, que juntamente com as polícias rodoviárias, federal e dos estados, já montam operações para interceptar e punir os infratores.

No estado de São Paulo a prática tomou proporções tão grandes, que esse ano, de janeiro a agosto, um único trecho da via DUTRA registrou 160 mil infrações dessa natureza, a maioria por caminhoneiros, que chegam a adulterar placas na tentativa de escapar das multas. No Paraná as câmeras de monitoramento instaladas nas seis praças da Concessionária Viapar, nas regiões norte, centro-oeste e oeste, cenas em que o motorista “fura” o pedágio se repetem a cada 2 minutos e 4 segundos. 

De acordo com o Art. 209 do Código Brasileiro de Trânsito: Transpor, sem autorização, bloqueio viário com ou sem sinalização ou dispositivos auxiliares, deixar de adentrar às áreas destinadas à pesagem de veículos ou evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio é uma infração  grave e a penalidade é multa.

Num esforço para coibir essa prática, As infrações flagradas pelas câmeras de monitoramento estão sendo repassadas em tempo real para as Polícias Rodoviárias, que montam operações nas estradas para interceptar os infratores.

Nos casos em que for constatada a adulteração da placa, o motorista é multado por infração gravíssima com pena de sete pontos na carteira, levado para a delegacia e pode ficar preso. Nestes casos, ele estará cometendo o crime de estelionato e de adulteração de sinal de veículo automotor. Somando as penas, pode pegar até 11 anos de cadeia.