(71) 9 9936-0226

(71) 9 9138-2288

(71) 9 9138-2288

contato@sinalbahia.com.br

Acesso Credenciado

Notícias

GNV – Carro explode em posto durante abastecimento

A alta no preço dos combustíveis tem despertado nos motoristas a necessidade de procurar alternativas para economizar no consumo.

Como o preço dos veículos elétricos, ainda muito caros, os tornam inacessíveis para a maioria, a opção mais em conta se apresenta como a conversão de veículos a gasolina para o Gás Natural Veicular, que pode gerar uma economia de até 60% em relação aos primeiros.

Adaptável a maior parte dos carros disponíveis no mercado nacional, o KIT GNV além da economia que proporciona, ainda emite 20% menos dióxido de carbono na atmosfera, o que torna o veículo bem menos poluente contribuindo para melhoria do ar nos centros urbanos.

Realizar a conversão de um veículo para GNV é uma decisão que precisa ser bem analisada para não se cair em arrependimento. O custo da instalação é alto e a amortização do investimento muito demorada para quem percorre uma quilometragem baixa por dia. O veículo movido a GNV também desvaloriza de 15% a 20% na hora da venda, em relação aos modelos a gasolina, mais não é só isto.

De manutenção mais complexa que não pode ser negligenciada por seu proprietário, o veículo a GNV exige mais cuidados. A instalação e as revisões periódicas devem ser realizadas em oficinas homologadas pelo Inmetro. O uso de peças usadas e tubos de outro material que não o aço, devem ser evitados.

Tentar fazer ajustes no sistema por conta própria ou por quem não é especializado, aumenta o risco de acidentes. Asegurança no uso do gás natural depende da obediência às normas de manutenção e abastecimento. Apesar de mais seguro do que a gasolina, o GNV por se dispersar rapidamente exige atenção para algumas regras, porque há outros motivos de risco para uma explosão.

Na última quarta-feira (11) em Salvador, no bairro do STIEP, um veículo explodiu e pegou fogo enquanto era abastecido com gás natural veicular (GNV), ferindo três pessoas e causando danos materiais no posto e em alguns prédios na vizinhança.

Quando for abastecer, o veículo deve ser estacionado no local previsto, com freio de mão acionado, o motor e todos os componentes da parte elétrica e equipamentos eletrônicos desligados. Os ocupantes devem aguardar fora do veículo, afastados, sem utilizar o telefone celular. É proibido fumar ou usar isqueiros ou fósforos na zona de abastecimento. Para não acumular gases em caso de vazamento o porta-malas e o capô devem ficar abertos. O frentista deve fazer o aterramento próximo à válvula do abastecimento e, no final, verificar se a mangueira de abastecimento foi devidamente desconectada antes do veículo ser ligado.

Apesar das muitas vantagens do GNV, é preciso alguns cuidados a fim de não colocar a segurança do carro e das pessoas em risco.