(71) 9 9936-0226

(71) 9 9138-2288

(71) 9 9138-2288

contato@sinalbahia.com.br

Acesso Credenciado

Notícias

A alta dos combustíveis. Como economizar?

Diante da alta dos preços dos combustíveis nos últimos meses, andar de carro vem saindo mais caro. Os aumentos têm pressionando com mais força o orçamento das famílias, começando a mudar hábitos na população. Vários fatores têm influenciado essa escalada: O Dólar em alta, o Real desvalorizado, a incerteza política, o preço do petróleo no mercado externo e a política de preços da Petrobras, são apontados como os principais vilões. Mas há quem acredite que podem haver outros.

O valor dos combustíveis reajustado para as distribuidoras no último dia 26, foi em média de R$ 0,21 por litro, o que corresponde a 7% desde a última majoração. Quando comparados o preço do litro em janeiro e o preço do litro em outubro, a alta nas bombas ultrapassa os 40% no ano. Com a renda deprimida e pressão inflacionária em várias frentes, as pessoas buscam formas para economizar.

Para quem possui automóvel e precisa usá-lo para se locomover, fazer revisões periódicas é uma das recomendações mais relevantes para diminuir gastos nos postos. A verificação permite identificar problemas no funcionamento, que podem aumentar o consumo, mas não é só isso.

Adotar um estilo de condução que priorize a economia de combustível, também pode ser uma saída.

Evite acelerar acima do limite, este comportamento de alguns motoristas faz o veículo consumir mais, assim como usar marchas mais baixas em alta rotação ou adotar uma marcha mais alta em baixa velocidade, forçando o motor e aumentando o consumo.

Calibrar os pneus e conferir periodicamente o estado das velas, ajuda. Pneus descalibrados tem mais contato com o solo, desgastam mais rápido e aumentam o consumo. Velas gastas, além do desperdício de combustível, podem causar falhas no motor, danos em outros componentes e aumento de emissões de poluentes.

Ao trafegar em velocidades altas, manter os vidros fechados diminui a resistência do ar e melhora a taxa de consumo. Nesses casos, vidros abertos consome tanto quanto o ar condicionado.

Transportar carga desnecessária ou excesso de peso, do mesmo modo compromete a performance, principalmente nas zonas urbanas onde as paradas e arrancadas costumam ocorrer com maior frequência, fazendo o carro “beber mais”.

Ao abastecer, nem sempre o menor preço encontrado garante boa qualidade, um combustível adulterado pode comprometer o consumo do motor e danificar peças do veículo. O ideal é evitar postos a que não se está acostumado.

Com simples mudanças de hábitos na direção e cuidados com a manutenção, é possível economizar combustível e ainda garantir mais segurança na direção. Esteja atento.